22.8.15

TREINO PARA “MANTER”???


Ao longo dos anos, observei muitas pessoas treinando musculação sem intensidade, ou seja, pouca carga e pouca amplitude (que é o pior de tudo!) e ao abordá-las a resposta foi: eu treino só para "manter". E ainda por cima, dão prioridade aos exercícios aeróbios (de matar!) Se você é um destes, ainda está em tempo de mudar. Leia abaixo as considerações:

1- Ao treinar em amplitude máxima, além de solicitar mais as fibras musculares, tornando-as mais fortes e resistentes, evita a perda de flexibilidade e mobilidade articular, que é normal regredirem com a idade;

2- A musculação promove a prevenção da Sarcopenia e Osteopenia, que são respectivamente a diminuição de massa muscular e da massa óssea que ocorre com a idade, a partir de 30-35 anos e traz com elas o aumento da probabilidade de lesões e doenças degenerativas;

3- Outro benefício é o aumento dos níveis de GH e testosterona que ocorre durante e após os exercícios intensos, principalmente os multiarticulares, desde que sejam executados com intensidade (amplitude máxima e carga adequada) e estes benefícios se mantém após o treino e a longo prazo com a prática regular da musculação;

4- Outro benefício é que quanto maior a intensidade do treino, mais acelerado se tornará o metabolismo de repouso, ou seja, continuará queimando gordura após o treino sem fazer NADA. E a longo prazo, a medida que aumentar a massa muscular, o metabolismo será mais acelerado naturalmente e o % de gordura irá diminuir, já que os músculos são os maiores consumidores de gordura;

5- A melhor forma de emagrecer é através da aceleração do metabolismo de repouso (efeitos pós treino, aumento da massa muscular a longo prazo e alimentação) E não durante o exercício!

6- Treinos intensos promovem melhoria na capacidade cardiorrespiratória, pois melhoram a vasodilatação, consequentemente facilita o fluxo sanguíneo e oxigenação;

7- Exercícios aeróbios de longa duração NÃO aceleram EM NADA o metabolismo de repouso e reduzem a massa muscular a longo prazo, gerando desaceleração do metabolismo (tudo o que não queremos!) E aí? Vai continuar treinando para manter e não aproveitar os melhores benefícios dos exercícios com pesos?
CUIDEM-SE!!!

15.8.15

BEBER OU COMER ANTES DE ESCOVAR OS DENTES É UMA MÁ IDEIA?




O suco de laranja, assim como os sucos de outras frutas ácidas (abacaxi e limão, por exemplo), provoca uma acidez da boca e podem causar erosão do esmalte.
O pH da saliva é de 6.8 a 7.2. Entretanto, este pH sofre variações no decorrer do dia em função do tipo de dieta alimentar, hábitos de higiene bucal, fluxo salivar, etc.  Alimentos ácidos causam uma diminuição desse pH o que facilita a desmineralização do esmalte, tornando-o mais frágil. A saliva atua como um neutralizador da acidez bucal. Muitos grupos sociais primitivos e indígenas, por não terem hábitos perniciosos, como o fumo, consumo de álcool e açúcar, têm uma saliva de melhor qualidade e menor acidez, por isso apresentam menos cáries e problemas gastrointestinais.
Após ingerir alimentos ácidos, o ideal é aguardar um tempo antes de escovar os dentes. De acordo com alguns artigos científicos é necessário esperar de 15 a 30 minutos antes de escovar os dentes, para que a saliva neutralize o efeito do ácido. Escovar os dentes antes deste período pode intensificar a erosão dental, devido à fricção do abrasivo, presente no creme dental, contra o esmalte enfraquecido pela acidez.
Além do comprometimento do esmalte, em alguns casos, a erosão ácida pode atingir a dentina, causando sensibilidade leve, moderada ou grave. A sensibilidade leve causa dor com a ingestão de alimentos muito quentes ou muito frios. A grave se caracteriza por dor constante ao falar, comer ou beber em qualquer temperatura. Para reverter o quadro, é necessário ir ao dentista, para controlar a acidez e restaurar os dentes, dependendo do grau da erosão.

8.8.15

5 PRÁTICAS QUE GARANTEM A SAÚDE BUCAL

5 práticas que garantem a saúde bucal
Muito se fala em saúde bucal. Na maioria das vezes temos a sensação de que a questão está somente relacionada a uma vaidade de querer os dentes sempre impecáveis, com um sorriso encantador. É claro que isso é muito importante, mas a relevância do constante tratamento é fundamental para a manutenção do corpo e suas diversas dimensões.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera que uma boca saudável é aquela que apresenta ausência de dor orofacial crônica, cânceres de boca ou garganta, feridas, defeitos congênitos, cáries, perda de dentes e outras doenças ou distúrbios na região.
Um exemplo que pode mostrar como problemas na boca podem afetar o restante do corpo é o aparecimento de cáries que, se não tratadas, podem causar perda de dentes, dificuldade na mastigação, fala e, claro, comprometimento estético.
Além disso, uma pessoa que não mastiga de forma correta é incapaz de digerir e absorver os nutrientes da maneira adequada. Outros problemas graves, como bactérias, podem atingir a corrente sanguínea, acarretando em sérias infecções.
prof-2
As recomendações para que questões assim não venham nos acometer  são aquelas de sempre:
1. Escovar bem os dentes e utilizar o fio dental diariamente;
2.  Ingerir alimentos balanceados.
3.  Evitar comer entre as refeições e caso não possa cumprir essa recomendação, não se esqueça da higienização bucal.
4.  Trocar a escova de dentes regularmente.
5.  Visitar o dentista pelo menos a cada seis meses para revisões e prevenções de problemas odontológicos.

1.8.15

SUCOS QUE COMBATEM A ANEMIA


22_capa
Muitas pessoas sofrem com a anemia. Uma das causas mais comuns dessa doença é a deficiência de ferro no organismo. Para combater o problema, é necessário utilizar alimentos que contenham a propriedade tão importante para que possamos manter as funções do corpo em equilíbrio, fazendo sempre a utilização de forma correta, garantindo sua boa absorção  pelo organismo.
Os alimentos com muito cálcio dificultam a absorção de ferro, já que ambos entram nas células pelo mesmo mecanismo de ação, enquanto que a vitamina C potencializa o poder de absorção, tornando-se um potente aliado no combate da anemia.
Para te ajudar a se livrar do problema, separamos dois tipos de sucos que poderão desempenhar essa importante função de repositores de ferro  no organismo. Anote e aproveite para preparar essas receitas fáceis de fazer, além de extremamente refrescantes e saborosas.
BioCarioca_Sucos_Divulga_o
Suco de couve com maracujá
Ingredientes:
4 folhas de couve
3 maracujás
Limão
Água
Mel
Modo de preparo:
Pique a couve e coloque no liquidificador junto com o maracujá, a água  e algumas gotas de limão. Adoce com mel.

Suco de cenoura e kiwi
Ingredientes:
½ cenoura
1 kiwi
1 copo de água de coco
Mel
Modo de preparo:
Bater tudo no liquidificador, coar e tomar.

25.7.15

SUCOS NUTRITIVOS



Sucos Nutritivos para o Verão
Estamos sempre pontuando aqui no blog a importância da hidratação. Vamos continuar tratando de líquidos, mas, dessa vez, o nosso tema é suco. E não é qualquer suco, falamos de detox, utilizando ingredientes que, juntos, formam uma composição poderosa contra determinados tipos de doenças, problemas intestinais, além de atuar também na estética corporal. 
A couve é um item fundamental para esse tipo de preparado. Ela faz muito bem ao organismo por ser anti-inflamatória, cicatrizante e ajuda a eliminar gordura. Mas outro vegetal também pode fazer parte da receita, o gengibre.
A especiaria com gosto ardido é considerado um alimento termogênico. Ou seja, uma pequena porção já é suficiente para acelerar o metabolismo, isso significa que ele pode ser protagonista do emagrecimento. Para te auxiliar, vamos deixar uma receita simples desse suco que pode mudar a sua dieta.
suco_de_couve

Você vai precisar de:
- 2 laranjas
- 3 folhas de couve
- 1 gengibre
- 1 litro de água
- Mel

O preparo é simples:
Descasque as laranjas, na sequência corte-as em pedaços e tire as sementes. Coloque as frutas, as folhas de couve (bem lavadas e com talo), acrescentando um pedacinho de gengibre. Complete tudo com a água. Bata e depois coe e adoce à gosto, utilizando o mel. Sirva com bastante gelo. Uma opção simples, refrescante e que vai fazer muito bem à sua saúde.

18.7.15

FRUTAS QUE AJUDAM NA CICATRIZAÇÃO



Frutas que ajudam na cicatrização
A pele é o maior órgão humano e ela desempenha importantes funções para a proteção do nosso corpo contra infecções, lesões ou traumas, raios solares e ajuda de forma determinante no controle da temperatura corporal.
A cicatriz é o resultado de um trauma entre epiderme e a derme (respectivamente, a camada superior e inferior da pele), mas essa capacidade de regeneração pode variar de pessoa para pessoa. Ainda assim existem regras gerais que valem para todos. Um exemplo é a alimentação.
Sempre falamos por aqui o quanto os hábitos alimentares influenciam  em praticamente todas as questões que envolvem saúde e bem-estar. As frutas têm um poder muito importante na manutenção do corpo e não é tão diferente com relação à aceleração dos processos de cicatrização.
Especialistas afirmam que os principais ingredientes para ajudar nesse processo é utilizar a vitamina C, vitamina A, selênio e proteínas.  Além dessa função de cicatrização e regeneração celular esses componentes são importantes na prevenção do câncer.
Dentre as diversas opções, podemos dar destaques para frutas cítricas ricas em vitaminas C como, por exemplo, o tomate, o kiwi, a laranja, o morango e o abacaxi. Alguns outros vegetais também podem fazer parte do cardápio: cenoura, abóbora, batata e inhame são essenciais por estimularem a proliferação de fibroblastos.
A pior coisa que existe é ter uma cicatrização demorada. Agora você já tem essas dicas que vão dar suporte para acelerar o processo, basta praticar cada uma delas, combinando o repouso e a limpeza da ferida para que tudo aconteça de forma natural e com todos os cuidados adequados que normalmente devemos ter.

10.7.15

SAÚDE BUCAL X DESEMPENHO FÍSICO


 Você sabia que a saúde bucal pode influenciar seu desempenho em atividades físicas? Isso mesmo! Inacreditável, não é?
Quando queremos começar uma atividade física e/ou melhorar o nosso físico de forma saudável, sempre marcarmos horário com um bom nutricionista, vamos a um clinico geral, contratamos um personal e nunca nos lembramos de visitar o dentista.
              Mas afinal, há alguma relação?  A resposta é SIM!
          Quando tratamos de saúde, todo o nosso organismo está interligado. Muitas vezes, a diminuição do desempenho de uma pessoa em um esporte pode ter origem em algum problema bucal, como: disfunção e/ou dor na ATM, tratamento de canal infeccionado, falhas ortodônticas, respiração bucal, gengivite, dentre outros.
            Não é difícil entender que se a pessoa, por exemplo, tem uma higienização precária ela irá acumular uma maior quantidade de bactérias na boca, provocando o aparecimento de problemas na gengiva.  Essa condição permite que o processo bacteriano que está na gengiva invada o sistema circulatório aumentando o risco de problemas no organismo, como o aparecimento de lesões e dificuldade de recuperação dessas (nas articulações do joelho e na musculatura, por exemplo), bem como desencadeando ou dificultando o controle de doenças como diabetes, arritmias, doenças cardíacas.
Outra situação seria de pessoas que apresentam respiração bucal, em que o cérebro não é bem oxigenado e com certeza o rendimento físico será cerca de 20% menor do que uma pessoa que tem os dentes bem alinhados e respira corretamente pelo nariz.
            Sendo assim, vale lembrar que a prática de exercícios físicos e o controle da alimentação servem, principalmente, para ser saudável, não apenas para estar com o corpo em forma. Todos os cuidados para ter saúde estão associados e são imprescindíveis, pois uma enfermidade acaba provocando outra.
            Prevenir é sempre o melhor caminho, pois mantém a saúde e ainda evita gastos desnecessários. Portanto, vamos nos cuidar!