25.4.15

FLEXIBILIDADE

A flexibilidade e o alongamento são qualidades essenciais para a realização de movimentos, sejam eles na atividade física ou na simples realização de atividades da vida cotidiana.
O termo alongamento é usado para descrever a técnica utilizada para melhorar a flexibilidade, por meio de elasticidade muscular. A flexibilidade é considerada como um importante componente da aptidão física, relacionada à saúde e ao desempenho nas atividades físicas.Alongar favorece a mobilidade e diminui o risco de lesões, aumentando a qualidade e quantidade de movimentos, além de uma melhora na postura corporal.

11.4.15

MITO OU VERDADE: REPOLHO, COUVE-FLOR E BRÓCOLIS CAUSAM GASES?


Dores e desconfortos são os seus principais sintomas. Só quem sofre com gases é capaz de explicar os diversos infortúnios e transtornos que ele pode gerar. E quando você fala para alguém que tem o problema, logo a pessoa se transforma em um especialista e começa a opinar e questionar a sua dieta.
“Você come muito repolho?” talvez seja a pergunta mais presente nessas horas. Um conhecimento muito comum na sociedade, mas que nem sempre ouvimos da boca de pessoas que são, de fato, habilitadas para falar do assunto. Será que realmente consumo de alimentos como brócolis e repolho potencializam a possibilidade de se ter gases? E a resposta é “sim”.


E a lista é maior: couve-flor, couve mineira, couve de Bruxelas, mostarda, feijão, grão de bico… também protagonizam o agravamento dos temidos e indesejados gases. Segundo especialistas, esses alimentos possuem uma proteína muito rica em aminoácidos sulfurados.
Quando eles chegam ao tubo digestivo sofrem um processo de fermentação através da utilização de bactérias intestinais e óxido de enxofre (que é um gás que possui um cheiro não muito agradável).  O odor não é o principal chateador, a produção de gases atrapalha a digestão, por isso que é recomendada a ingestão moderada dos vegetais que têm esse “poder” desagradável.
Não vale cortar de vez os alimentos. A questão toda está na moderação. Outras dicas como, por exemplo, evitar misturar vegetais que corroborem na formação de dos gases numa mesma refeição. Misture-os com outras composições para que os “efeitos colaterais” sejam amenizados. 

4.4.15

DIMINUA A PRESSÃO ARTERIAL INGERINDO ALIMENTOS NATURAIS



Quando medimos a pressão arterial estamos medindo a pressão que o sangue provoca nas paredes das veias e das artérias quando é bombeado pelo corpo. Uma pessoa hipertensa ou que apresenta sintomas de hipertensão possui uma aceleração irregular dos batimentos cardíacos. Esse é um dos problemas mais comuns no Mundo: a famosa pressão alta!
Há uma gama de fatores que propiciam a pressão alta no corpo: estilo de vida, tabagismo, alimentação e stress. Para tornar o dia a dia mais saudável, é importante a prática de atividades físicas diárias, um cronograma de trabalho que não exceda de 44 a 48 horas semanais, uma alimentação estruturada e com pouco sódio, entre outras medidas. Hoje iremos citar alguns alimentos naturais que irão ajudar a combater esse mal:
Cebola e alho são antioxidantes que ajudam a conter o colesterol e a pressão arterial;
Legumes, cereais integrais, feijão e frutas, são alimentos que possuem grande quantidade de fibras em sua composição, concomitantemente com o magnésio, potássio, cálcio e outros nutrientes que ajudarão na diminuição da pressão sanguínea;
Folhas verdes possuem potássio e não há preocupação com as calorias. Dentre elas, quem ganha espaço é o espinafre, que contém abundância no mineral. O potássio é um mineral vital que ajuda a normalizar o batimento cardíaco, auxilia a ida do oxigênio para o cérebro e regula a repartição de água pelo corpo. A banana também é um dos maiores provedores do mineral;
Alimentos à base de soja: leite de soja, tofu e grãos de soja.
É importante também RELAXAR. Diminuir a correria do dia a dia é uma maneira do seu corpo ter a chance de descansar do stress. Uma das práticas mais eficientes é a meditação: só o ato de prestar atenção na respiração, desacelerando o ritmo da inspiração e expiração, é o suficiente para diminuir a pressão arterial.
A combinação de uma dieta estruturada, exercícios físicos e o abandono de maus hábitos fará com que sua pressão se torne regular, evitando assim problemas futuros e excluindo a chance de desenvolver a hipertensão.

28.3.15

REEDUCAÇÃO ALIMENTAR + SUCOS DETOX



A reeducação alimentar para ser realmente de sucesso depende de uma série de fatores que vão desde o cardápio até seus hábitos no dia a dia. Sua rotina conta muitos pontos que podem ser favoráveis à reeducação ou não. Aqui, além de poder conferir quais são estes pontos que podem contribuir com a alimentação, também poderá ver algumas receitas de sucos detox!
A lista completa de hábitos a serem observados é realmente imensa, mas alguns destes possuem um “peso” maior e são justamente estes que verá aqui, já com algumas dicas de como fazer com que cada um destes itens “trabalhe” a favor de sua alimentação com o máximo de facilidade e saúde.
Beber mais água: se não hidratar adequadamente seu corpo certamente a reeducação alimentar não terá um efeito tão bom, isto tanto pelos sucos detox que não terão como desintoxicar seu organismo (que precisa de água para isso) como também é a água que ajuda entre outras coisas a regular seu intestino.
Dormir bem: ter uma boa qualidade de sono também é importante para a reeducação, mas note que é preciso ter uma boa QUALIDADE de sono e isso não quer dizer necessariamente muita quantidade. Para melhorar a qualidade de seu sono busque dormir todos os dias no mesmo horários ou o mais próximo possível.
Também vale lembrar que a prática de atividade física é fundamental, isto não apenas enquanto está fazendo a reeducação, mas na verdade para todas as pessoas. Mesmo que não tenha tempo para praticar esportes, é importante que tenha alguma atividade física, ainda que seja apenas uma caminhada.

Receitas de Suco Detox!

Para preparar qualquer uma destas receitas basta bater tudo no liquidificador com água e servir.
Suco de cenoura, couve e maçã
  • 1 cenoura
  • 1 folha de couve
  • 1 maçã
Suco de couve com laranja lima
  • 1 cenoura
  • 2 dedinhos de raiz de gengibre
  • 1 pepino
  • 2 folhas de couve manteiga
  • 2 laranjas lima
Suco de frutas vermelhas                               
  • 1 porção pequena de amora
  • 1 porção pequena de morango
  • 1 porção pequena de framboesa
  • 1 copo de água
  • folhas de hortelã

21.3.15

FRUTAS: MITOS E VERDADES



Alimentos extremamente saborosos, as frutas são a principal fonte de nutrientes, ricas em vitaminas e minerais, essenciais para o funcionamento saudável do organismo. Ajudam também no controle glicêmico e ajudam no funcionamento do intestino. Além disso, as frutas contêm uma variedade de substâncias bioativas (polifenóis e carotenoides, reconhecidas pelo efeito antioxidante), que ajudam o organismo a combater os radicais livres e a prevenir o envelhecimento precoce.
Hoje vamos falar um pouco dos mitos e verdades de algumas frutas:

“Frutas podem ser consumidas à vontade”
Mito: Assim como outros tipos de alimentos, há algumas frutas que possuem valor calórico muito alto, exemplo: abacate, manga, banana, por isso devem ser consumidas sem exageros.

“A banana previne câimbras”
Verdade: A câimbra é consequência, entre outros fatores, da deficiência de potássio. A banana é rica em potássio, por isso, deve ser consumida como forma de sua prevenção.

“Pessoas com gastrite devem evitar comer frutas cítricas”
Mais ou menos assim: O pH do estômago é mais ácido do que o das frutas cítricas. Entretanto, algumas pessoas com gastrite sentem desconforto estomacal aos consumir algumas frutas. Cada indivíduo possui uma tolerância.

“Consumir tomate pode diminuir os riscos de câncer de próstata”
Verdade: Alguns estudos comprovam que o consumo do tomate, por serem ricos em licopeno, diminuem as chances de aparecimento de câncer de próstata.

“Limão afina o sangue”
Mito: Não existe nenhuma relação entre o limão e a capacidade de afinar o sangue. A capacidade benéfica do limão é o poder de desintoxicar o organismo.

“A melancia deve ser consumida com moderação, pois atrapalha a digestão”
Mito: A melancia apresenta fibras insolúveis na sua polpa, por isso pode-se ter a sensação de ser indigesta. Essas fibras tem o poder de aumentar os movimentos intestinais, por isso a sensação.

O importante é comer de tudo um pouco. Frutas são fontes riquíssimas de todos os nutrientes necessários ao corpo. Tenha sempre uma alimentação balanceada!

27.2.15

ALIMENTOS PARA QUEM TEM HIPOTIREOIDISMO

Sabe qual é a glândula fundamental para liberar os hormônios que garantem o bom funcionamento do corpo? Acertou quem disse tireoide.
Quando ela não vai bem podem ocorrer dois tipos de problemas: hipotireoidismo e hipertireoidismo.
Pode não parecer, mas os problemas com a tireoide são muito comuns. Segundo informações do Instituto da Tireoide, 15% da população acima de 45 anos sofre de problemas na tireoide.
Uma das principais causas para o problema está na dieta desequilibrada, principalmente quanto ao consumo de iodo e selênio.
Quer que sua tireoide funcione bem? Então confira a lista dos alimentos que ajudam a prevenir e cuidar dessa glândula tão importante para a saúde.

Algas marinhas

Fonte riquíssima de iodo, as algas marinhas oferecem também a quantidade que nosso corpo necessita de selênio, nutrientes fundamentais para a produção de hormônios pela tireoide. No entanto, é importante atentar para a quantidade. Não é necessário uma quantia exagerada porque o sal já possui uma quantidade considerável de iodo.
Excesso de iodo pode levar ao hipotireoidismo, ou seja, baixa produção de hormônios pela tireoide.

Recomenda-se a quantidade de 150 microgramas de iodo por dia para adultos. 

Castanha-do-pará

Gordura natual, a castanha-do-Pará é rica em selênio e ômega-3, uma gordura poli-insaturada, a castanha-do-pará fornece nutrientes que servem de matéria-prima para a produção de hormônios pela tireoide.
O consumo de 2 a 3 castanhas por dia é o suficiente para repor o que o organismo precisa de selênio.
Uma dica é adicionar a oleaginosa triturada em saladas, arroz e outros pratos culinários. Mas sem exageros porque é altamente calórica.

Quinua

Uma poderosa proteína vegetal, a quinua é um alimento muito rico em nutrientes. Cálcio, ferro, fibras, magnésio, potássio e zinco.
Agora, não poderia faltar o selênio. Duas colheres de quinua por semana é capaz de repor esse nutriente.
Muitas pessoas usam na salada, shakes ou misturado com frutas.

Laranja

Uma das frutas que temos em grande quantidade no Brasil, a laranja é rica em carotenoides e vitamina C, que pode auxiliar no bom funcionamento da tireoide. Uma laranja por dia é suficiente.

25.2.15

NUGGETS DE FRANGO SÃO FORMADOS POR VEIAS, NERVOS, GORDURA E POUCA CARNE DE FRANGO, DIZ ESTUDO



A olho nu um nugget de frango é algo comum e ‘relativamente saudável’, mas ao olhar em um microscópio, podemos ver todas as ‘miudezas’ reveladas.
O Dr. Richard D. DeShazo, professor de medicina e pediatria da Universidade do Mississippi, disse que estava “chocado e surpreso quando olhou mais de perto o alimento que está presente na alimentação de todos os americanos”.
Ele e o patologista Steven Bigle compararam alguns nuggets em uma rede de fast-food. Nas análises, descobriram um emaranhado de vasos sanguíneos, gordura, cartilagem… Carne de frango foi a “coisa” menos identificada no alimento.
Um outro estudo feito com alimentos que alegavam ser de frango, mostrou que 50% eram apenas de músculos. A outra metade era composta de gordura, vasos sanguíneos, nervos, tecido epitelial e restos de aves. De acordo com os dados divulgados, em média, 56% são de gordura, 25% carboidratos e apenas 19% de proteínas, de acordo com o The Atlantic.
Os pesquisadores ainda ressaltaram que em várias amostras compradas em franquias que vendem os nuggets de frango, foi identificada uma espécie de “super-cola” composta por pedaços de sobras de aves que são amassadas e fritas formando uma massa salgada.

O cientista insistiu que chamar o produto de “nuggets de frango” é propaganda enganosa, porque eles são formados principalmente de tecidos e gorduras, ao invés de carne de aves.
O que acontece é que algumas empresas têm optado por usar uma mistura artificial de partes de frango em vez de baixo teor de gordura e carne branca de frango”, disse o Dr. DeShazo. “Isso é, realmente, um subproduto de galinha rico em calorias, sal, açúcar e gordura”.
O Conselho Nacional de Frango, um grupo sem fins lucrativos que representa os produtores de aves nos EUA, rejeitou os dados do Dr. DeShazo, argumentando que os nuggets são “uma excelente fonte de proteína, especialmente para as crianças que tentem a ser mimadas ao comer”.
O Mississippi tem a maior taxa de obesidade infantil do país. Apesar das críticas ao produto, Ashley Peterson, representante da CNI, destaca que as informações nutricionais estão disponíveis on-line, em qualquer cadeia de fast-food.De acordo com Jamie Oliver, famoso chefe de cozinha, as crianças americanas sofrem uma “lavagem cerebral”, a tal ponto que, mesmo sabendo que nuggets são formados por restos de ave e até ossos, eles querem comê-los mesmo assim.
Nuggets de frango tentem a ter um elevado conteúdo de gordura, porque eles são empanados e fritos, mas não é nenhum segredo, disse ele.